Arquivo

Archive for the ‘jaésextafeira !’ Category

Deixando o alicate de lado

agosto 20, 2010 7 comentários

Como já falei aqui antes, deixei de tirar as cutículas há algum tempo.

Essa decisão foi estimulada pela minha mãe, por ver as unhas mais lindas do mundo de uma blogueira que também não tira e por uma questão de lógica. Se no mundo, somos as únicas adeptas dessa prática, alguma coisa pode estar errada. Muitas tiram os cantinhos, dão uma limpada básica, mas essa onda de cavucação é bem brasileira mesmo. Aqui por exemplo, por uma questão de higiene e saúde tirar as cutículas como nós fazemos é proibido nos salões ingleses e para ser manicure tem que ter uma qualificação do National Occupational Standards (NOS) . Não sei dizer com firmeza como é tudo isso, mas pelo que li na net, e já ouvi de profissionais na área da beleza, realmente é preciso ter alguns cursos e certificados renovados de tempos em tempos.

E de uns tempos para cá sei que qualquer salão brasileiro anda cheio de cuidados com os materiais usados nas mãos e pés. Isso não é a toa, gente! Além de ser uma questão de saúde, notei o quanto machucava minha unha e cutícula, o quanto ela ficava com o aspecto seco e picotado alguns dias depois de feita. E outra,  já faço a própria unha ha muitos e muitos anos. Antes mesmo de vir para cá(quase 7 anos atrás) já fazia. Depois de Londres e seus preços absurdos então, nem se fala. E devo dizer que além de ser mais higiênico, demora muito menos. Com 20 minutos minha unha já está linda.Antes eu demorava 1:30. Mas lógico que isso não é de graça e exige certos cuidados!

Empurro o excesso de cutícula, e hidrato de maneiras diversas. Uso um hidratante próprio para cutículas, um redutor e a famosa canetinha. O redutor de cutículas veio do Brasil, e é da Avon. Simplesmente amo! Ele doma um pouco o excesso, e me ajudou principalmente logo que parei de tirar as cutículas. Mas não faz milagre nenhum,é algo gradativo e eu prefiro assim. Uso a noite pois acho que funciona melhor, assim como mamis que  concorda que faz mais efeito.Confesso que nem sempre me lembro de usar, mas quando uso faz a diferença.Para alguns dedos dos pés, que ficam um Deus nos acuda,uso um removedor. Não quero usar removedor nas mãos pois ele maltrata a pele e faz o contrário do que quero. Não machuca como o uso do alicate ao longo do tempo, mas também não é ideal e prefiro usar quando a coisa está feia mesmo, e só nos pés. O hidratante próprio uso todos os dias. Assim como o do rosto, do corpo, etc. Automático mesmo, já faz parte da rotina e fica dentro da bolsa, assim eu passo quando estou no trem, no trabalho, ou em qualquer outro lugar. Quando lembro de usar é só pegar na bolsa. E a canetinha, que também faz bem a unha em si, uso toda vez que troco de esmalte. Passo nas unhas e na pele, e deixo até absorver bem. Além do arsenal todo tem uma coisa que ajuda também, removedor de esmalte sem acetona. É uma frescurinha, um pouco mais caro que o normal mas nada de outro mundo. A acetona limpa com mais facilidade, mas também resseca a pele demais.

Mamis, que como já disse foi a incentivadora maior dessa onda sem alicate, também tem seus cuidados.Além do redutor da Avon, ela usa outras coisas.Vasenol, cera nutritiva para unhas e cutículas da Granado, bepantol(santo remédio para todos os males), luvas de silicone também da Avon, que eu sempre usei e amo,e hipogloss que de acordo com ela, usa  apenas uma vez: quando acabo tira esmalte e vai deixar um dia sem pintar,ela massageia e diz que ajudou a tirar manchas e amarelado da unha. Além de tudo isso, a dica dela é sempre usar luva para as pobres como eu que lavam louça. Eu nunca uso, confesso.

Kit de mamis

Meu kit

Enfim, são pequenas coisas que incluí no meu dia-a-dia e fizeram o aspecto(e provavelmente a saúde) da minha unha melhor. Eu recomendo pois o trabalho que dá é pouco pois tudo pode ser incorporado na rotina, faz bem, a melhora é visível e naquela hora de parar para fazer a unha o trabalho é bem menor. Por isso mesmo minhas unhas estão sempre feitas de uns tempos para cá. Antes me tomava tanto tempo que as vezes deixava sem fazer. Só tenho coisas boas para falar da minha nova prática e recomendo!

Preguiça e tendência

maio 21, 2010 6 comentários

Gente, é grave.

Agora o pessoal quer fazer a gente usar short-saia e shortinho 80’s que não me lembro o nome, daqueles que fica um papinho na cintura.

Ok, alguns vem em roupagem nova, alguns são bonitos o suficiente para ficarem no meu armário, como o de bolinha, o creme de cinto preto, o florido em tons pastéis.

Mas vamos combinar que é mais uma modinha para quem é magra!

Da só uma olhada e me conta.

Esse aí que tem o tag “love this” (que é da loja e não meu) é uma coisa tão horrorosa que me faz lembrar o cabelo Chitãozinho e Xororó que minha mãe usava e me fazia usar também na época que essas bermudas eram o último biscoito do pacote. 

Mais uma cilada da moda para nos fazer acreditar que TEM que ser magra, TEM que ser alta, TEM que comer titica de galinha.

E a pergunta que eu queria deixar é: por acaso a indústria da moda diz que tem alguma coisa que NÃO fique bem numa pessoa magra e alta? Ou que fique bem de verdade numa gordinha?

Se sim, essa coisa ainda está na moda ou já ultrapassou há 20 anos?

Cansada de padrões que não condizem com mais da metade da população mundial.

Mas estou feliz pois é sexta!