Archive

Archive for the ‘referências’ Category

Tropicália também é moda

abril 5, 2011 4 comentários

O movimento mais lindo, colorido, alegre e fashionista de todos os movimentos brasileiros, a Tropicália.

Eu amo praticamente tudo que saiu dessa época, e tem algo mais atual modísitcamente falando?

O nome dela é Gal e o dele é Marc!

Marc Jacobs primavera 2011 e a marca registrada da Gal, o cabelon!

Derek Lam colocou na passarela esse clássico dos anos 70 e a gente custou a acreditar que ia se apaixonar de novo. Mas não deu outra, caimos de amores.

Mas o Gil, eterno minixxxtro já usou. E muito.

 

Eterna inspiração, Titia Rita!

Vestidão longo de manga longa.

Dizem que o Kaiser nunca se engana.

Plunas chanélicas e Gal mais uma vez.

O temqueter do momento.

Colour blocking.A Prada sempre cria modas que funcionam na passarela e nas ruas.

Você achava que Parangolé era uma banda da Bahia que faz músicas horrorosas que não saem da cabeça.

Mas ele é essa capa colorida ,uma criação do artista Helio Oiticica.

Arte sempre será uma linda inspiração para a moda bem feita e inovadora.

Caetano e sua tunica de bananas.

Preciso dizer o quanto a fruta tem aparecido nas coleções por aí?

A Prada, na mesma coleção da foto acima, fez essa estampa que virou hit.

Mas Cae já tinha achado tudo isso lindo antes da Miuccia Prada.

 

A Louis Vuitton também já usou camisa estampada com cores fortes e cabelon afro.

Mas a  dupla dinânima da Tropicália viu primeiro.

A moda imita a arte.

Entendendo o estilo inglês

dezembro 8, 2010 1 comentário

Se você quer entender a estilo inglês de se vestir, você precisa assitir ao “This is England” do diretor Shane Meadows.

Também tem uma série curta de TV, chamada “‘This is England 86”, muito muito boa para referências.

É um filme sobre os skinheads no norte da Inglaterra, numa fase quase pós punk que tem MUITA inflência punk nas roupas.

Achei super engraçado quando li outro dia não lembro aonde dizendo que  o estilo inglês reflete o humor deles de não levar a vida tão a sério.

Se tem alguém no mundo que leva a vida a sério é o povo inglês. E isso não significa vestir roupas elaboradas como os franceses, ou super elegantes como os italianos. Isso se reflete de outra maneira que muitas vezes as pessoas não entendem.

Se divertir com as roupas é uma das poucas coisas que a cultura inglesa permite acontecer sem regras ou no nos.

E você que achava a Alexa Chung a tradução do estilo inglês.